Professor: poder de transformação x desvalorização

Em um mundo cada vez mais tecnológico, alguns trabalhadores acabam se realocando no mundo das profissões. Mas um profissional ainda continua vigoroso nos dias de hoje… O professor. Mesmo com a força da internet e as várias mídias, sua importância ainda se faz necessária. Transformação de mentes e espaços escolares, idealismo ou utopias são marcas deixadas pelos professores. Por quanto tempo a profissão ainda vai existir? Qual seria o seu verdadeiro valor? E as principais dificuldades? Vamos evidencia-las.

O professor e a sua importância

Algumas profissões acabam deixando de existir com o tempo, principalmente por causa da tecnologia. Mas uma delas, o professor, que tem a função de ensinar e formar profissionais ainda não perdeu sua importância. Se o operador de telefonia, datilógrafo ou o arquivista deixou de existir por causa da tecnologia… Aquele que ensina não pode ser substituído, pois dele se origina todas as outras profissões. É o responsável direto pela transferência de conhecimento e formação de outros profissionais. Esse é o legado dessa magnífica profissão.

Mesmo com a força da internet e um mundo de informação, ainda se precisa dos docentes. Vejamos: hoje em dia vemos uma enorme onda de informações circulando na internet. Muitas delas são falsas e nesta hora, o professor pode fazer a diferença. Sendo bem atualizado em sua área de conhecimento, o professor pode qualificar a suposta informação, estando ela relacionada com a sua área de formação.       

A sociedade brasileira vive atualmente uma situação politica, econômica e moral, complicadíssimas. Neste momento os professores podem fazer muita diferença. Se fala muito de corrupção e ideologias políticas, que poderiam ajudar o país. Quem está certo ou errado? Um ponto de vista pode fazer a diferença, pois as mentes em formação tenderão a seguir o seu formador em boa parte de sua totalidade. A responsabilidade é grande.

Como professor, tenho minhas próprias teorias sobre como os números influenciam as nossas vidas… Seja na natureza ou nos relacionamentos, a matemática cumpre seu papel silenciosamente. Em algumas vezes eu promovia aulas aonde os próprios alunos debatiam sobre temas como a influência de uma decisão e suas possibilidades em um romance, por exemplo. É muito bom. 

As dificuldades e a super desvalorização do professor

Mas nem tudo são flores. Sabemos que entrar em uma classe e ministrar uma aula pode ser complicado demais. A falta de educação de certos alunos, coisa que deveria vir de casa faz muita falta e ainda tumultua o ambiente. Já vi colegas meus de profissão serem taxados de fracos, sem domínio de classe por seus superiores. Isso… Sem razão. Já tivemos relatos de alunos aqui no blog sobre como alguns alunos agem com alguns professores, o que acaba refutando o argumento da falta de controle em classe pelo professor. Somando-se a isso, os baixos salários e condições precárias de trabalho de muitas escolas públicas, a profissão se super desvaloriza a ponto de licenciaturas fecharem em algumas universidades. 

Ser professor, ainda deve durar por muito tempo, mesmo sem os valores que deveriam condizer com a profissão. Eles deveriam estar no topo da hierarquia das profissões, ou pelo menos, lado a lado com os médicos, financeiramente falando. 

Quem sabe o cenário mude na educação para estes profissionais. Talvez as autoridades olhem diferente para a educação, por um simples motivo que já acontece e que ignoraram. Discutem economia e segurança… Mas está começando a faltar presídios para acomodar presos em algumas cidades. Será por que? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *