As ISTs que podem ser adquiridas durante o sexo lésbico

Enfim, sexo entre mulheres é considerado sexo? Considerando que o sexo ocasiona o sentido de prazer entre duas pessoas, sim. Afinal, tal estado de êxtase pode ser adquirido de várias formas, como via oral, brinquedos, etc.ISTs entre Mulheres

Sendo assim, as possibilidades são bastante variadas, porém… Isso não deixa às mulheres imunes as antigamente conhecidas DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis). Por que antigamente? Atualmente houve uma mudança na nomenclatura. Logo as DSTs passaram a ser conhecidas como ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis).

ISTs hoje DSTs ontem

Primeiramente a mudança do termo DST para IST se deveu ao fato de que o termo “doença” está ligado a sintomas e sinais visíveis no corpo. Já “infecções” se tornara mais adequado, pois muitas dessas anomalias podem não apresentar sintomas.

Então, quais são as ISTs que podem infectar uma mulher? Durante uma relação sexual, seja ela entre mulheres ou não… Certamente as ISTs podem ser transmitidas se não houver proteção. Por tanto, HIV, Herpes, Sífilis, Gonorreia, Clamídia e HPV.

ISTs causadas por bactérias

Certamente neste grupo se encontram a Gonorreia e a Clamídia. Inclusive elas se instalam no colo do útero. Dessa forma, durante o ato sexual, causam dor e por sua vez… Ocasionam também uma secreção. 

ISTs que causam feridas

Por outro lado temos a Sífilis que é causada por uma bactéria. Dessa maneira a infecção se instala na boca, ânus ou vagina. Tudo isso, através de uma ferida chamada de cancro duro. No entanto, essa IST se camufla, porque a ferida não sangra, não coça e não dói. Ou seja, a mulher muitas das vezes não a percebe. Entretanto, a ferida desaparece sozinha, mas não quer dizer que isso seja uma cura.

ISTs causadas por vírus

Com certeza este é um grupo de ISTs da pesada. Nele estão o Herpes, HPV e o HIV. Sendo uma das infecções mais comuns a maioria da população já se deparou com o vírus do Herpes. Ele se caracteriza por feridas causadas por bolhas que doem e coçam. Logo, a transmissão é mais provável enquanto há ferida.

Também temos neste grupo o HPV. Consequentemente, ele traz consigo verrugas genitais e outras variações que podem ocasionar o câncer. Até por se tratar de uma infecção que muitas vezes não causa sintomas… É de suma importância a sua prevenção. Por fim, vacinas e o exame chamado Papanicolau são a melhor forma de se proteger e monitorar esta IST.

Então, para encerrar temos aquele que já foi uma das infecções que mais mataram em décadas passadas. Certamente o HIV, age destruindo o sistema imunológico do seu portador. Então, sem defesas, outras doenças podem atacar livremente o portador. Assim sendo, a pessoa é levada a morte facilmente. Logo, a contaminação pela AIDS pode ser dada pelo sexo, ou por transfusão de sangue ou ainda… Compartilhamento de materiais como seringas e instrumentos cortantes.

ISTs, saúde e proteção

Por tanto, sendo lésbica ou não, a mulher não é imune as ISTs. Dessa maneira, a melhor forma de não se contaminar é utilizando proteção. Lembre-se, saúde deve sempre estar em primeiro lugar.ISTs proteção

 

Um comentário em “
As ISTs que podem ser adquiridas durante o sexo lésbico

  • fevereiro 13, 2019 em 9:36 am
    Permalink

    Lovely site! I am loving it!! Will be back later to read some more. I am taking your feeds also.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *