Funk: suas letras e a vontade de ser MC

Um estilo que tem atraído a garotada e que domina a periferia é o Funk. Criado na década de 60 nos USA, esse tipo de música tem em seu repertório, frases repetidas, ritmo dançante e batidas marcantes. Hoje em dia, o Funk no Brasil é o resultado de uma mutação criada por músicos do Rio de Janeiro.

As letras tem grande apelo sexual e algumas fazem apologia ao crime. Os videoclipes também tem a sua influência na divulgação do Funk. Muitos deles chamam a atenção pois são “recheados” de muita sensualidade, ás vezes, exagerada.

Uma fonte para esse tipo de mídia, bem explorada pela juventude são os vídeos do Youtube. O maior produtor de conteúdo audiovisual neste sentido é o canal do KondZilla. A produtora já chegou a estar no topo do Youtube e seus vídeos tem uma média de 750 milhões de visualizações, segundo a produtora. 

O próprio KondZilla teria como motivação, ser a voz de todos os jovens de comunidade do Brasil. O trabalho do produtor envolve a produção de videoclipes das músicas de MC’S.

O Funk: suas músicas e por que ser MC?

Sempre foi um sonho de criança ser MC, de cantar o que sinto, o que vivo e o que quero viver.  Realmente é algo que me motiva cada vez que subo em um palco. Não há sensação melhor do que o público cantando com você. Claudiney Hott.

Claudiney, também conhecido como MC Hott, fala sobre as letras de músicas do Funk. Ele explica o motivo de algumas terem um palavreado impróprio:

Então… Hoje em dia é muito comum ver isso nas músicas inclusive as minhas, palavrões. Nos dias de hoje, não temos tanta repressão de músicas desse tipo, pelo contrário são mais aceitas. Vamos dizer que o funk consciente, não é tão valorizado em alguns lugares.

Funk

O Funk tem sido uma válvula de escape para muitos jovens que tentam carreira na música. Alguns por realmente gostarem desse estilo musical. É o caso do Júlio César. Conhecido como MC Juninho, ainda não terminou o Ensino Fundamental e já faz Shows. veja na imagem abaixo:

Funk

Espero que eles sigam o bom caminho e que tenham sucesso!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *